4 dicas para quem está iniciando a suplementação

Olá, eu sou o Dr. Guili Pech, sou especialista no combate ao Covid-19, e defensor do tratamento precoce para o combate desse terrível vírus. Sou formado em Medicina, e possuo especialização em Cardiologia e Arritmologia.

Meus pacientes e seguidores das minhas redes sociais sempre me perguntam sobre como iniciar a suplementação, e a primeira dica é a seguinte: foque na sua principal queixa. No mercado existem suplementos que prometem fazer muitas coisas, mas o ideal é ter foco, assim como tudo na vida.

Qual é a sua queixa principal?

Por exemplo, você quer melhorar a sua imunidade, libido, energia ou saúde mental? Por isso, foque na sua queixa principal e baseie nela a sua suplementação.

Em segundo lugar, é muito importante vocês fugirem dos polivitamínicos prontos de farmácia. Não coloque em um único comprimido a sua esperança de ter uma saúde melhor. Nesses polivitamínicos há várias vitaminas e minerais em doses muito pequenas, que não servem para nada e te fazem apenas gastar dinheiro à toa.

4 dicas para quem está iniciando a suplementação

imagem: Canva.com

Depois de um tempo, reavaliar

Em terceiro lugar, escolha dois ou três suplementos para começar. Depois de um tempo utilizando esses suplementos você deve reavaliar as suas queixas. Por exemplo, se a princípio você escolheu melhorar sua imunidade – sempre indico vitamina D, zinco e quercetina – comece sempre com poucos ativos, para não gastar de maneira excessiva e também para obter resultados, poucos ativos também são eficientes.

Em quarto lugar, compre os ativos separados. Por exemplo, compre o zinco separado da quercetina e por sua vez separado da vitamina D. Comece a tomar com intervalos de dois a três dias entre os suplementos. Isso faz com que você identifique algum efeito colateral – apesar de que suplementos devem sempre fazer bem. Depois de comprovado que os compostos não causaram nenhum efeito colateral, você pode manipular todos eles em uma só cápsula.

Ficou com alguma dúvida? Coloque aqui nos comentários.
Compartilhe esse artigo com seus amigos e parentes.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *